PONTOS TURÍSTICOS

Gramado

Lago Negro

Inicialmente chamava-se Vale do Bom Retiro. Após um incêndio que arrasou a imensa mata existente na região, Leopoldo Rosenfeldt construiu o lago, decorando suas margens com árvores importadas da Floresta Negra da Alemanha, daí seu nome, Lago Negro. Suas águas são profundas e de um verde escuro carregado, refletindo o alto dos pinheiros que se alternam com o colorido das azaléias no inverno e o azul das hortênsias no verão. Por toda sua margem existe um passeio florido, podendo-se andar a pé ou de bicicleta, porém a maior atração fica por conta dos pedalinhos, que dão ao lago um alegre e movimentado colorido.

Lago Joaquina Rita Bier

Idealizado por Leopoldo Rosenfeldt, possui 17.000m2, num espaço cercado de casas de veraneio, flores e araucárias com mais de 70 anos. Foi construído a pás e picaretas. O lago é embelezado com uma pequena ilha em seu interior. Possui uma pista para corrida e caminhada em suas margens.

Palácio dos Festivais

Sede de exibição dos filmes participantes do Festival de Cinema de Gramado – cinema latino-americano. No período do evento recebe artistas consagrados dos mais distintos lugares do mundo e lança no mercado filmes de curta, média e longa metragem, que concorrem ao “Kikito”.

Rua Coberta

Cenário de eventos e apresentações, a Rua Coberta, que liga a Av. Borges de Medeiros à Rua Garibaldi, é mais uma ótima alternativa em compras e gastronomia para o turista, principalmente em dias de chuva.

Igreja de São Pedro

Inaugurada em 1942, é uma das maiores demonstrações de religiosidade da comunidade. A estrutura montada em pedra basáltica exibe arte nos vitrais com imagens sacras e em perfeita harmonia arquitetônica.

Aldeia do Papai Noel (Parque Knorr)

Localizada em um parque idealizado por Oscar Knorr, a Aldeia é uma das atrações preferidas pelas crianças, pois todos os encantos natalinos estão ali representados: a fábrica do Papai Noel, a casa do velhinho de barbas brancas e também seu trenó puxado por renas. Mas o local, também chamado de Parque Knorr, é um convite à convivência com a natureza. Gramados, flores coloridas e o musgo verdinho abaixo dos pinheiros acompanham o passeio que ainda conta com uma linda vista do Vale do Quilombo.

Mirante do Vale do Quilombo (Belvedere)

Ao lado da avenida que leva a Canela, fica o Belvedere de Gramado. Dali é possível avistar o belo Vale do Quilombo com seus 850 m de altitude.

Praça Major Nicoletti

Inaugurada em 1936 e reinaugurada em 2003, recebeu o nome do 1º sub-intendente do local, responsável pela localização atual de Gramado, núcleo da sede desde 17 de janeiro de 1913. A praça compõe, com a Igreja Matriz São Pedro e o Palácio dos Festivais, um dos cenários mais característicos da cidade.

Mini Mundo

Criado pela família Höppner, em 1981, nele funciona a fantasia de uma cidade em miniatura, ao estilo Legoland, na Dinamarca. Mostra réplicas de castelos, ferrovias, moinhos, praças, igrejas, estaleiros, teleféricos, torres, lagos, cascatas e casas típicas, num mundo imaginário e criativo.

Museu do Perfume

Fábrica, loja e museu. Produz deo-colônias corporais, odorizantes de ambientes e alguns cosméticos na linha de maquiagem, além de ser o primeiro museu de perfumaria do Brasil. Possui uma exposição de cerca de 450 frascos de clássicos da perfumaria mundial e outras curiosidades, como um teste psicológico que orienta na escolha do perfume pessoal.

Hollywood Dream Cars

O Hollywood Dream Cars é um misto de preservação da história e exercício de paixão. Localizado na avenida que liga as cidades de Gramado e Canela, ocupa aproximadamente 1.000 metros quadrados em galpão de construção especial para ser mostra permanente do melhor espelho da época de ouro dos automóveis norte-americanos: a década de 50.

Museu de Cera Dreamland

Gramado é a primeira cidade na América Latina a contar com um museu de cera. Assim como o de Londres, O Dreamland Museu de Cera dispõe de espaços temáticos de acordo com as grandes personalidades reproduzidas em cera. Destaques como Mike Tyson, Brad Pitt, Demi More, Arnold Schwarzenegger, Lady Di, Bill Clinton, Sean Connery, Harrison Ford, Dustin Hoffman, James Dean, Elvis Presley, Robin Williams, Mel Gibson e Frank Sinatra. O visitante terá algumas surpresas durante a visitação, com momentos de emoção.

Harley Motor Show

Junto ao inconfundível som de uma Harley Davidson, escuta-se a locução: “Welcome to the Harley Motor Show!”. É assim que começa essa inesquecível experiência ao se acessar o Bar / Museu pelo elevador panorâmico do prédio.

Único empreendimento temático da América do Sul a homenagear a lendária marca de motocicletas, o Harley Motor Show está localizado em Gramado, na Serra Gaúcha, e é voltado não só para os amantes das motocicletas, mas para todo o público turista que visita a região.

São mais de 1000 m2 e uma cenografia que remete aos cassinos de Las Vegas, onde cerca de 30 raras motos da marca são exibidas, inclusive alguns exemplares das 1as décadas do século XX e únicos na América do Sul.

Super Carros

Exposição de carros especiais Agora Gramado conta com mais essa ótima opção para os amantes dos carros especiais e esportivos. São vários modelos que dificilmente se vê rodando nas ruas e que podem ser admirados ou dirigidos (isso mesmo) pelos clientes que quiserem dirigir uma Ferrari ou outros modelos disponíveis na exposição. É só contratar esse serviço a parte para realizar esse desejo. Além disso, o espaço conta com lojas, bar, café e um clima que envolve o visitante e amante dessas belas máquinas. É diversão garantida para toda família.

Museu Medieval

A volta ao período medieval é a principal característica desse atrativo turístico, onde o visitante encontrará brasões, cutelarias (facas), armas, espadas, elmos (armaduras), machados, mapas e pinturas medievais.

Cristais de Gramado

Fábrica onde se pode observar a confecção artesanal dos Cristais de Gramado, exportados para a Itália. Pode-se ficar bem perto dos artesãos, que, com objetos simples, utilizam a técnica da tradicional ilha vidreira de Murano, na Itália.

Mundo Encantado

O Mundo Encantado é um novo parque temático, inaugurado no final de 2003, e que mostra as raízes da colonização da Serra Gaúcha. São 4 ambientes em 500 m2, totalmente cobertos, que retratam os costumes dos pioneiros italianos e alemães. Em um dos cenários, a velha Maria Fumaça que desbravou a região de 1921 até 1963 e seguia de Porto Alegre até Canela, passando por Gramado, circula a todo vapor no MUNDO ENCANTADO. São duas composições – uma de carga e outra de passageiros – em seu trajeto de 100 m, passando por túneis e sob pontes da pequena cidade, despertando a curiosidade dos visitantes. Tudo foi feito em miniaturas feitas de madeira, numa proporção 15 vezes menor que o original.

Gramado Zôo

O Empreendimento é classificado na Categoria A do IBAMA, atingindo excelência em preocupação ambiental.

São 200.000 m² de área com mais de 1.000 animais, todos da fauna brasileira, sem jaulas. Todos os animais estão em viveiros adaptados, integrados diretamente com a natureza ou em ambientes que reproduzam a mesma.

O local conta com mirantes para as montanhas e vales de Gramado e região. Os animais são acompanhados por uma equipe completa de biólogos, veterinários e educadores ambientais monitorando todo o Zôo.

O Gramado Zôo está preparado para receber portadores de deficiência física, com possibilidade de passeio em veículos elétricos para pessoas que não puderem realizar o trajeto a pé.

Possui um programa de Educação Ambiental voltado para escolas e grupos e conta com um restaurante Temático GUABI.

No final do passeio os visitantes podem adquirir produtos temáticos na loja do Gramado Zôo.

O Parque Gaúcho

É o único parque temático do mundo que resgata a formação e evolução do gaúcho, seus usos e costumes.

Na Cidade dos Gaúchos, foram reconstituídas uma tolderia de couro usada como habitação pelos índios pampeanos, uma oca de capim santa fé dos índios guaranis, uma capela de pedra, que representa a presença dos europeus no pampa, a estância Cimarrona, feita em torrão com telhado de capim santa fé, o bolicho de campanha e o fogo de chão, onde serão contadas as lendas gaúchas.

O Reino do Chocolate

O Reino do Chocolate, da empresa Caracol Chocolates, leva o visitante para uma viagem no tempo. Logo na entrada encontra-se uma máquina do tempo que conduzirá os visitantes até uma viagem que inicia com os rituais aztecas de adoração do deus Quetzalcoatl, passando pela disseminação da cultura do cacau na Europa até chegar ao Brasil. O parque temático fica na avenida das Hortênsias e tem 1,6 mil m² de área.
O local conta com um espaço de café temático, lan house e uma loja temática, que oferece souvenirs e produtos de beleza à base de chocolate. Possui, também uma loja da Caracol, onde o visitante encontra produtos da marca.

Pórtico (entrada via Taquara)

Localizado na entrada da cidade pela via Taquara, em estilo normando e inaugurado em 8 de junho de 1991, é uma homenagem à colonização alemã.

Pórtico (entrada via Nova Petrópolis)

Localizado na entrada de Gramado, sua construção é em estilo bávaro e visa a dar boas vindas aos visitantes. Foi inaugurado em 6 de janeiro de 1973.

Gram Bier – Cervejas Especiais

A Gram Bier nasceu de um sonho de beber cervejas com sabor marcante, aroma equilibrado e corpo consistente. Um sonho de alcançar um novo patamar em qualidade e complexidade na indústria cervejeira. Desde 2014 a Gram Bier oferece seus produtos aos mais exigentes paladares, em releitura de estilos de cerveja do velho e do novo mundo.

Tipos de Cerveja: Pilsen, Porter, Weizenbock, Pecado (Belgian Blond Ale), Snow (Weizen) e Granada (American IPA).

Diferencial: Premiada no Festival Brasileiro da Cerveja de Blumenau e na Copa de Cervezas de America no Chile apresenta seus chopes no pub junto à fábrica

Visitação: tour guiado mostra o processo de fabricação da cerveja. Visitações à cervejaria mediante agendamento pelo fone (54) 3595 – 1500. Site:www.grambier.com.br / e-mail: contato@grambier.com.br

Praça das Bandeiras

Situada na entrada de Gramado (via Taquara), presta uma homenagem aos estados brasileiros, através de bandeiras hasteadas no local. É onde se encontra também uma réplica do “Kikito”, o cobiçado troféu que representa o “Deus do Bom Humor”, entregue aos destaques do Festival de Cinema de Gramado.

Agroturismo (Raízes Coloniais)

A Secretaria de Turismo de Gramado, em parceria com empresas da região, implantou quatro linhas de ônibus turístico para percorrer cada um dos roteiros de agroturismo do município. Além dos ônibus, as agências oferecem os passeios em vans.

Raízes Coloniais
Percorre as localidades da Linha Bonita e Linha Nova, onde o turista visita uma casa construída pelos primeiros imigrantes há mais de cem anos, um museu caseiro com peças da imigração italiana, um moinho, uma fábrica artesanal de erva-mate e uma propriedade típica colonial, na qual o visitante é convidado a degustar vinhos, pães, queijos e salames caseiros.

Mergulho no Vale
Uma das mais belas paisagens de Gramado é o Vale do Quilombo, que pode ser visto de um mirante próximo ao centro da cidade. No entanto, seu interior esconde cascatas e paisagens naturais mais belas ainda que podem ser conferidas em uma visita pelas propriedades locais. O contato com a natureza e os mistérios deste vale completam a aventura. Encantos Coloniais – Através de uma estrada sinuosa e cheia de penhascos chega-se a lugares pouco explorados e com paisagens magníficas em meio a Linha Moreira e Serra Grande. Com sorte, é possível avistar algum animal nativo passeando pelo campo. Este roteiro também inclui degustações e visitas a casas de colonos descendentes de imigrantes europeus.

O Quatrilho
Vales e riachos compõem o cenário das localidades de Campestre do Tigre e Tapera, onde viveram os protagonistas do romance O Quatrilho, de José Clemente Pozenato. Em uma propriedade de família alemã pode-se conhecer e saborear um típico café colonial alemão (Typisches Kaffee) preparado com cucas, geléias, pães e lingüiças.

Igreja do Relógio

Dedicada ao apóstolo Paulo, a Igreja Evangélica de Confissão Luterana do Brasil – IECLB foi inaugurada em 05 de fevereiro de 1961. Sua construção no alto de um morro e seu relógio fazem parte de um cenário que fica ainda mais bonito no verão, quando um tapete de hortênsias floresce ladeando a construção, que tornou-se um dos cartões postais de Gramado.

Casa do Colono

A Casa do Colono de Gramado está localizada na Praça das Comunicações, ao lado da Rodoviária da Cidade. No local, o visitante encontra os mais variados produtos confeccionados na área rural do município: são pães, cucas, salames, copa, queijos, shmiers, mel, nata, frutas secas e cristalizadas, doces, compotas, embutidos diversos, biscoitos doces e salgados, sucos, vinhos, pimentas, licores e outros produtos típicos das colônias de Gramado. O local funciona de maneira cooperativada entre os colonos de Gramado e, além dos produtos típicos, comercializa o artesanato rural do interior.

Museu Gramado – Minerais e Pedras Preciosas

Pedras são belas obras de arte que a Natureza levou anos para moldar através dos fluxos de lava de vulcões, poeiras e outros elementos; são procuradas como fonte de energia, proteção, inspiração ou outros sentimentos. O Museu Gramado se caracteriza por armazenar uma coleção de espécies representativas de extrações nacionais e outros continentes. Lá você encontra peças brutas e lapidadas; peças sofisticadas para decoração, como a bola de Quartzo Rosa, ou estátuas de aves, porta-copos, chaveiros, entre outras, que também estão a venda. O museu oferece visitas guiadas e o ingresso torna-se um “bônus para compras”. Visite o Museu Gramado Minerais e Pedras Preciosas e conhecer suas obras.

Canela

Parque do Caracol

O parque possui como atração principal a Cascata do Caracol, formada pelo arroio de mesmo nome, que despenca em queda livre de 131 metros, por rochas de formação basáltica, formando um conjunto paisagístico de rara beleza. Localizado a 7 quilômetros do centro de Canela, com moderna infra-estrutura, o parque possui mirantes, restaurante, área de lazer, feira de artesanato e trilhas ecológicas auto-interpretativas, trilha do arroio, ruínas do moinho, aqueduto, corredeiras, represa, Centro de Interpretação Ambiental do Loboguará, painéis ecológicos e um elevador panorâmico. Outra atração localizada dentro do Parque é a escada de 927 degraus que conduz à base da cascata.

Parque da Ferradura

Localizado a 6 quilômetros do Parque do Caracol e a 13 quilômetros do centro de Canela, o parque leva este nome em virtude da curvatura que o rio Caí faz neste local. Possui um canyon de 420 metros de altura com vários mirantes oferecendo vistas deslumbrantes do rio Caí, de paredões de pedra e de algumas cachoeiras. Oferece trilhas de 10 minutos a 3 horas passando por cachoeiras até chegar ao rio Caí. Também oferece uma área com lancheria, playground, churrasqueiras e sanitários. Agências locais oferecem passeios com opções de escalada nos paredões.

Parque das Corredeiras

Está localizado a 13 quilômetros do centro da cidade e o acesso se dá pelas estradas das antigas colônias do município de Canela. Ao longo da estrada você conhecerá a vida rural dos moradores da cidade. Junto ao Rio Paranhana, a grande atração deste parque é o “rafting” (descida em bote inflável pelas corredeiras do rio) que dura aproximadamente 2 horas. O parque dispõe de churrasqueiras e sanitários.

Teleférico (Parque Floresta Encantada)

Localizado a menos de 1 quilômetro do Parque do Caracol e a 8 quilômetros do centro de Canela, o parque tem como grande atrativo o passeio de teleférico. O percurso de mais de 800 m mostra uma visão exclusiva da Cascata do Caracol, aproximando o visitante de suas belas águas e também do Vale da Lageana. Além disso, é possível caminhar por trilhas e ver alguns tipos de animais, tais como, pôneis, mini-vacas, espécies de pombas e aves da região.

Fazenda Passo Alegre

Situada numa grande área de 60 hectares de mata nativa, a fazenda tem 11 quilômetros de trilhas por matas e campos, 2 quilômetros de trilhas à margem do Rio Santa Cruz, criação de cavalos, búfalos, ovelhas e peixes. Possui abundante flora e fauna silvestres com árvores centenárias. Distante 10 quilômetros por asfalto do centro de Canela e a 900 metros de altitude, oferece passeio a cavalo por trilhas dentro da Fazenda com duração de 3 horas, acompanhado de gaúchos, com parada no rio Santa Cruz para lanche típico feito em fogo de chão com salsichão, pinhão na chapa e chimarrão. É possível, ainda, tomar banho no rio e pescar. Existem opções de cavalgadas mais longas (1 dia ou mais) e ao luar, em noites de lua cheia.

Parque Fazenda da Serra

O Parque Fazenda da Serra está a 8 quilômetros do centro de Canela, 7 quilômetros pela RS 235 em direção a São Francisco de Paula. A Fazenda oferece uma grande área verde com lagos, quadras de esporte, piscinas e parque infantil. Pode-se andar a cavalo, em passeios de aproximadamente 30 minutos. Possui uma boa churrascaria e lancheria. Além disso, também oferece aos visitantes a possibilidade de conhecer o processo de ordenha e fabricação de queijos, bem como a criação de cavalos crioulos.

Alpen Park

O parque que é uma das principais atrações de Canela, fica a 5 minutos do centro da cidade. Oferece atividades de aventura com segurança e é perfeito para contemplação da natureza. A entrada é gratuito, sendo cobrado separadamente as atividades escolhidas.

Opções de aventura e lazer no parque:

PASSEIO DE TRENÓ
Único em sua categoria no Brasil, os trenós percorrem 700m de descida e 300m de subida com várias curvas e declives, sobre trilhos que passam por uma mata típica da região. A velocidade pode ser controlada pelo condutor.

ARVORISMO
Quase 100m de caminhada pelas copas das árvores a 18m de altura, em trechos com espaços para paradas.

CINEMA 4 D

Unico na América Latina, as grandes diferenças do Cinema 4 D são a simulação de movimentos nas poltronas e efeitos sensoriais, permitindo a percepção do vento, respingos dágua e de contatos de objetos, por exemplo. Além disso, um sistema de som de última geração complementa a diversão.

MISTÉRIO DA MONGA

A atração foi construída num espaço de 250m2 com um cenário irretocável que irá deixar a todos aterrorizados, envoltos por luzes, som e um terrível animal chamado Monga. O convidado terá a oportunidade de conferir de perto uma das maiores transformações de uma mulher em um gigantesco monstro e a tentativa de um cientista de evitar que isto ocorra

TIROLESA
A descida por cabo aéreo, em um trajeto de 300m e 50m de altura, é uma das atividades mais procuradas no Parque.Tem-se uma sensação de um voo, com belas paisagens.

ESCALADA
Muro de escaladas, com 8m de altura em diferentes níveis de dificuldades, é um desafio prazeroso e divertido.

PASSEIO DE QUADRICICLO
O passeio é guiado por um monitor num percurso de aproximadamente 40 minutos numa bela trilha com pontilhões e mirantes com vista inesquecível.

BUNGE TRAMPOLIM
Atração segura composta por cintos elásticos e cama de segurança que nos leva a te a sensação de estar em queda livre.

O Alpem Park oferece ainda empresas que praticam rafting, passeios a cavalo, trekking, rappel, mountain bike, e off-road.

Catedral de Pedra

Cartão postal de Canela, a Igreja Nossa Senhora de Lourdes possui uma torre de 65 metros de altura e um carrilhão de 12 sinos de bronze, fabricados pela fundição Giácomo Crespi, na Itália, e aqui instalados em 1972. Situada na praça da Matriz, no centro da cidade, é mais conhecida como “Catedral de Pedra”. Em seu interior, destacam-se três painéis pintados pelo artista gaúcho Marciano Schmitz, retratando a Aparição de Nossa Senhora, a Alegoria dos Anjos e a Anunciação. Os quadros da Via-Sacra foram feitos por Pablo Orono Herrera, escultor e restaurador uruguaio de arte sacra. É o segundo ponto turístico mais fotografado da Região Sul do país. Sua beleza é grandiosa e imponente. Visitá-la é envolver-se pela mística de sua construção, de influência gótica inglesa, pela paz e pela oração. Aos domingos, às 10h 30min, acontece a Missa do Turista, que se destaca junto ao público local e visitante.

Castelinho do Caracol

A 5 quilômetros do centro de Canela, na estrada que vai à Cascata do Caracol, encontra-se uma das primeiras residências da cidade, conhecida também como Castelinho. Foi construída entre 1913 e 1915 pela família Franzen, em madeira de pinheiro brasileiro – araucária – extraída no próprio local e tratada por imersão no Arroio do Caracol durante 6 meses. Tem como peculiaridade a não utilização de pregos na montagem das paredes, mas apenas encaixes e longos parafusos. Os cômodos da residência levam a uma verdadeira volta ao passado, formando um museu que abriga os móveis, louças, objetos, utensílios e ferramentas usadas pelos imigrantes, na colonização da região.
A culinária alemã está presente no famoso “apfelstrüdel” que pode ser degustado no local.

Casa de Cultura

Antiga Estação de Trem de Canela concluída em 1924. A locomotiva tipo “Double Ender”, da Bélgica, com bitola 1000, que se encontra neste local foi fabricada entre 1908 e 1910 e entrou em circulação na Rede Ferroviária em 1922. Hoje abriga a Casa do Artesão, que possui locais para exposição dos produtos artesanais produzidos na cidade. Também abriga o restaurante e pizzaria Boccata e a Central de Informações de Canela.

Alambique Flor do Vale (Cachaçaria)

Uma das mais novas atrações de Canela, o Alambique Flor do Vale fica num vale cercado por riachos e bela vegetação, com trilhas para caminhada. Neste belo empreendimento é possível visitar todo o processo de fabricação da cachaça que é de ótima qualidade. Além disso, possui um restaurante com pratos preparados com ingredientes locais. Tem também um Empório onde se encontra as cachaças produzidas no alambique e outros produtos artesanais.

Mundo a Vapor

O impacto causado pela perfeita reconstituição do famoso acidente ferroviário acontecido em Paris, em 1985, quando uma locomotiva cruzou desgovernada e em alta velocidade a estação de Montparnasse, é apenas o início das surpresas que aguardam o visitante do Parque Temático Mundo a Vapor. Dentro do Parque, o visitante conhecerá uma fábrica de telhas e tijolos que cabem na ponta de um dedo, acompanhará o processo siderúrgico, com mini-lingotes sendo fundidos e laminados na sua presença, verá como é uma moagem de pedras e um sistema de irrigação de lavouras. O visitante também terá contato com os costumes, as habitações, as ferramentas e maneiras de trabalho dos primeiros colonizadores da região.

Casa de Pedra

Localizada no centro de Canela, a Casa de Pedra foi construída em 1953 pela Associação Rural de Canela. Na época foi construída com revestimento interno de madeira e externo de pedras basálticas, possuindo uma área de 700 m². Hoje, funciona no local o Teatro Casa de Pedra, com capacidade para aproximadamente 200 pessoas. Está também adaptado um cinema, o Cine Casa de Pedra com sessões nas quartas-feiras, quintas-feiras, sábados e domingos.

Vinícola Jolimont

A viti-vinícola Jolimont foi fundada em Canela no ano de 1948 por três técnicos franceses. A região escolhida foi batizada como Vale do Jolimont. Hoje, os vinhos finos Jolimont estão aprimorando cada vez mais sua qualidade, procurando difundir seus vinhos e dando oportunidade para que novos apreciadores da bebida os conheçam. É possível fazer visitas guiadas na vinícola.

Vinícola Granja Telha

Essa pequena vinícola de produção familiar é um atrativo de grande interesse. Você poderá ver a diferença de produção de uma pequena vinícola, onde tudo é feito com o carinho dos proprietários. Você poderá também degustar e comprar os vinhos produzidos pela vinícola numa região muito bonita da cidade de Canela.

Ecoturismo e Turismo de Aventura

Cascatas, rios, canyons e montanhas servem de cenário e abrigo a fauna e flora variadíssimas. Se você tem a intenção de ver este rico ecossistema em seu ciclo natural, poderá fazê-lo orientado por guias especializados através de trilhas praticando trekking, cicloturismo, cavalgadas por estradas secundárias e bosques da região. Se o seu desejo de integração com o meio ambiente for a ponto de ver os pássaros e seus ninhos nas rochas, escalando-as e usufruir da força dos rios e cachoeiras em busca de emoções mais fortes, você terá a infra-estrutura e orientação profissional para praticar montanhismo, “canyoning” e “rafting”. Descer cachoeiras em cordas e percorrer as corredeiras em botes infláveis são aventuras inesquecíveis.

Trekking – Com equipes de guias experientes, você percorre os mais belos locais para a prática da caminhada esportiva, o “trekking”, tendo um real contato com a natureza quase intocada.

Rafting – Em um rio perfeito para iniciantes e veteranos, a aventura começa na barragem das Laranjeiras e se estende por 4 quilômetros até o Parque das Laranjeiras. No meio do percurso, o visitante poderá cair na água, aproveitando um toboágua natural para um banho. Existem outros locais na região com percursos mais radicais para quem gosta de aventuras muito emocionantes.

Rapel – O Rapel é a técnica de descida a partir de pontos elevados.
Aproveitando o relevo de nossa região, você poderá desfrutar desta atividade como um verdadeiro alpinista.

Cavalgada – Relaxe das tensões do dia-a-dia fazendo uma cavalgada junto ao rio e às montanhas. Aproveite a paisagem e o fascinante contato com a natureza local. O ambiente ao ar livre e a energia da atividade propiciam um clima de integração e amizade entre os participantes neste cenário típico de uma fazenda gaúcha.

Pêndulo e Tirolesa – No parque da cachoeira, em uma ponte a 12 metros da água, você vai se sentir em um balanço gigante (pêndulo). Segurança e adrenalina são os temperos desta aventura. Se preferir, poderá atravessar o rio a 75 metros de altura preso numa corda (tirolesa).

Casa do Artesão

Localizada no centro de Canela, a Casa do Artesão é uma loja que comercializa variados produtos criados artesanalmente, tais como bonecas, guirlandas, objetos decorativos em madeira, cestas para cozinha, telas, quadros e outros.

Flâmmi Mundo da Vela

Na loja e fábrica Flâmmi você encontra mais de 400 tipos de velas feitas artesanalmente. É reconhecida como atrativo turístico de Canela/RS por apresentar ao vivo a produção de velas esculpidas a mão, que encanta a quem assiste, já que utiliza técnica única no Brasil. À poucos metros da Catedral de Pedra você vai encontrar um mundo mágico, o Mundo da Vela.

Museu da Moda

São 2500 m² de área construída, que permitem uma viagem no tempo, contando 4000 anos da história do vestuário feminino. As peças foram construídas conforme a pesquisa da empresária e estilista Milka Wolff e a curadora do Museu Débora Elman. Tanto a tecelagem, o tingimento, assim como a costura das peças da exposição obedece, rigorosamente o período que retratam, assim como os detalhes e os aviamentos.

Parque Terra Mágica

O Parque Terra Mágica Florybal é o resultado de uma grande ideia, surgida há quatro anos e trabalhada em silêncio em meio às matas da Estrada do Caracol. O empreendimento é a concretização de um sonho para o empresário Valdir Cardoso.Ao chegar, o visitante encontra na entrada do parque um gigante segurando na mão esquerda uma semente de cacau e na direita o mundo Florybal, que dá boas vindas a todos. O passeio inicia por um túnel em formato de caverna, feito a partir de rochas. Caminhando dentro dele, o visitante se depara com um cenário maravilhoso composto por cascatas, de água e de chocolate. No chão, algumas partes são de vidro com duendes trabalhando. Ao percorrer o local as belezas são observadas nos detalhes, cada peça, cada cenário e cada trilha foram projetadas para impressionar. Da área total, 27 mil m² são de preservação permanente, onde a natureza encontra–se intocada, destaque para o projeto de sustentabilidade que usa a água da chuva para os cenários.

Bento Gonçalves

Maria Fumaça

O passeio turístico de trem a vapor é uma grande atração na serra gaúcha, na rota da Uva e do Vinho. Os turistas são calorosamente recepcionados na estação de Bento Gonçalves com vinho e degustação de queijo. Ao soar o sino, todos embarcam nesta viagem repleta de alegria e que traduz o jeito de ser dos imigrantes italianos. São 23 quilômetros de percurso e 1 h e 30 min de duração. Durante o passeio – que tem clima de festa – pode-se conhecer o coral típico italiano, a dupla que toca a tarantela e os gaúchos. O trem pára na estação de Garibaldi, onde acontece um show com músicas italianas e gaúchas, enquanto o turista degusta os espumantes produzidos nesta cidade. O passeio encerra-se na estação de Carlos Barbosa com mais um show.

Vale dos Vinhedos

Conhecer o Vale dos Vinhedos, em Bento Gonçalves, é imprescindível para quem sobe a Serra Gaúcha. Na região, estão algumas das melhores vinícolas do país. Parreirais podem ser vistos numa rota de bela paisagem. Além de se deliciar com a culinária italiana, os visitantes podem acompanhar desde a colheita das uvas até a confecção dos vinhos, degustar raridades da adega e comprar produtos coloniais.

Caminhos de Pedra

Considerado um museu vivo, o roteiro abriga um conjunto arquitetônico com casas de pedra e madeira, construído pelos imigrantes italianos. São 12 quilômetros no distrito de São Pedro, em Bento Gonçalves. O local, antiga rota comercial, resgata mais um pouco da história da imigração italiana, com suas casas com tábuas de seis metros, adegas de pedra, moinhos e cantinas construídos a partir de 1880.

Ponte do Rio das Antas

Situada no Vale do Rio das Antas, entre Bento Gonçalves e Veranópolis, num local de belíssima paisagem, é uma obra que chama muita atenção pela grandiosidade. Na visão da engenharia, é destaque pela sua geometria em arcos paralelos, e pelas soluções adotadas com os recursos da época em que foi construída. É a maior do mundo em arcos paralelos.

Pipa Pórtico

Ao chegar a Bento Gonçalves, o visitante literalmente está entrando no mundo do vinho. No acesso principal da cidade, um pórtico em formato de pipa, medindo 17 metros de altura, dá as boas-vindas ao visitante. A Pipa Pórtico, construída em 1985, é considerada o cartão de visita da cidade e substituiu a antiga, que era de madeira. Ao lado da Pipa Pórtico, está localizado o Posto de Informações Turísticas.

Parque Temático Epopéia Italiana

Sentir o cotidiano dos imigrantes italianos na época de sua chegada (1875) já é uma experiência possível em Bento Gonçalves. O parque Epopéia Italiana, em 2.000 metros de área construída, apresenta nove ambientes que vão desde a vida na Itália, passando pela viagem ao Brasil, e por fim, à adaptação no novo continente. Os efeitos especiais de som e luz proporcionam dinamismo, dando vida às réplicas e ambientes.

Casa do Imigrante

O prédio, construído em 1913 com características da arquitetura colonial italiana, proporciona uma viagem no tempo e leva o visitante ao cotidiano de uma família de imigrantes. Com uma exposição permanente de objetos, utensílios de trabalho e instrumentos musicais, o museu guarda também um rico acervo de documentos que permite reconstruir a vida dos primeiros habitantes da Serra Gaúcha. (Voltar Menu)

Nova Petrópolis

Labirinto Verde

Localizado na Praça da República, o Labirinto é feito com ciprestes cuidadosamente cortados em forma de “cerca viva”. As plantas formam as paredes que desenham o seu traçado. É atração que diverte a todas as idades.

Parque do Imigrante

É um monumento vivo à cultura alemã. Possui mais de 10 hectares de área verde de mata nativa em pleno centro da cidade, com edificações antigas tombadas pelo Município. Entre lagos, árvores centenárias e pássaros, somos surpreendidos com sons de bandinhas e danças de grupos folclóricos que se apresentam na retreta do parque, ao lado de um “Biergarten” (Jardim da Cerveja) ao ar livre que serve petiscos e, é claro, uma boa cerveja gelada. Nas tendas rústicas encontramos os mais variados produtos da região.

Praça da República

É um recanto bucólico, no centro da cidade, sempre florido. Por causa disso, também é conhecida como Praça das Flores. Especialmente na primavera e no verão, proporciona uma paisagem única.

Aldeia Histórica Alemã

Nela você se sentirá como os primeiros habitantes da cidade, no século passado. Apresenta 9 prédios em estilo enxaimel trazidos do interior do município, reproduzindo as comunidades alemãs entre os anos de 1875 e 1910.

Ninho das Águias

A 720 metros de altura, com três rampas de vôo livre, oferece uma belíssima paisagem do Vale do Rio Caí e da cidade de Caxias do Sul. Acesso pela BR 116.

Panelão

É uma formação rochosa com queda d’água, formando um lago com saída subterrânea. A vontade é de entrar na água e aproveitar esse presente da natureza. Acesso por Linha Araripe, a 18 quilômetros do centro da cidade pela RS 235, mais 5 quilômetros de acesso.